sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Modo aleatório: on

Eu nem sempre sou doce, mas sempre soube ser. Sempre fui carinhosa, é minha natureza. Tenho uma mania irritante de gostar das pessoas e de abraçá-las quando acabei de conhecer. Tem gente que não gosta disso, de contato. Eu sempre gostei. Eu sempre quis ser boa em alguma coisa, eu sempre quis parar de ser a "café com leite" e ser notada. Irônico é perceber que quando eu parei de desejar e comecei a buscar as coisas que eu realmente queria, isso foi natural. Mas eu nem sempre sou tão atingível, nem sempre estou de bom humor, mas fico tentando ver tudo da maneira mais repleta de piedade e ternura possível. Eu gosto de olhar o céu cheio de estrelas e amo dias de chuva. Vivo com a cabeça nas nuvens, na Lua ǝ sà sǝzǝʌ oɾǝʌ o opunɯ ǝp ɯn olnƃuâ ǝʇuǝɹǝɟıp. Me sinto mais mulher hoje, mesmo quando não gosto do que encontro no espelho. Sou insegura sim, mas de vez em quando me acho uma super-mulher inatingível (mesmo que seja só na minha cabeça). Pelo menos eu posso diminuir isso, levantar aquilo...É só eu reunir grana pra ir pra academia, né? Ou fazer uma dança. Ah! Eu amo dançar. *___* E apesar dos olhinhos de ódio quando eu entro naquela sala, eu estou satisfeita em ver quem eu estou me tornando. Eu tenho amigos que são essenciais pra mim, mesmo eu sabendo bem lá no fundo que a gente vai acabar se desencontrando. Desencontros são sinais de que a gente tá crescendo e aprendendo a escolher melhor. A gente mantém o que ama, esquece o que não era pra ser. Tenho atitude, isso eu tenho. Nosso primeiro beijinho fui eu quem dei, mas você estava nervoso. Eu percebi isso pelo jeito que você me abraçou e eu tinha esperado muito por isso. Mas você me ganhou mesmo quando me encostou na parede e deu um beijão e eu mal conseguia respirar, quando me carregou no colo e quando desceu pra buscar o bilhete do estacionamento pra mim. Isso faz parte de quem eu me tornei. Esses pequenos momentos só meus. Eu sei que eu sou teimosa, que eu sou certinha demais e até chata às vezes, mas é por que eu sou muito focada nas consequências e me preocupo absurdamente com quem me cerca. Eu sei que eu tenho uma gargalhada autêntica, eu sei que eu gosto de coisas estranhas e que eu sou muito diferente da maioria das pessoas. Eu sei que eu sou mãezona, prestativa, leal, retards quando necessário e que eu tenho facilidade pra aprender as coisas. Eu sei que eu sou o melhor que eu poderia ser por enquanto.
Mas eu não teria conseguido isso sem vocês.
Então eu queria dizer obrigada.
Vocês realmente mudaram minha vida.

2 comentários: