domingo, 27 de dezembro de 2009

You Can't Be Gone...

I thought that by being naive and not recognizing the fact that you're gone, maybe the wound wouldn't be so fresh and exposed.
But it's Christmas and I can't hear your laugh anymore, I can't see you cheering for your soccer team or entering the house and making a really loud noise.
And I was celebrating a happy time and you weren't there so I realized that I can pretend not to think of you.

But I do it everyday and I'm wondering...
When will it get better?

the truth is that I miss you every single day, honey, and I can't wait to meet you again in heaven and tell you everything I didn't when you were here. ♥

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Regret or do not regret

We were never lovers,
and we never will be, now.
I do not regret that, however. I regret the conversations we never had, the time we did not spend together. I regret that I never told him that he made me happy, when I was in his company. The world was the better for his being in it.
These things alone do I now regret: things left unsaid.
And he is gone, and I am old.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Dezenove e alguma coisa

A jovem aproximou-se da janela.
Observou a paisagem exterior por breves instantes.
Em seguida, comentou "Tantos garotos aqui embaixo e você nem desce".
"É...", respondeu sua prima, com um ar resignado.

"O único que me interessa eu não posso ver".

Fools in love

Palavras ditas no ouvido, num sussurro.
Tanta gente em volta e parece que somos só nós num canto escuro.
Fools in love.
Mergulhados num amor tão grande
Que se não fosse tão acalentador



seria apavorante.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Bonnie sa[i]d.

É tristeza que não cabe nesses olhos...
É tristeza que não vai passar...
É tristeza por não saber como agir...
É tristeza por não saber como alcançar [ou te deixar]...

Vede-me aqui, com minhas feridas, com essa dor pungente, com o mesmo olhar vago e lúgubre, como tantos e tantos dias foram antes de ti. Foi acreditando nas tuas palavras que eu me vi obrigada a me render, mas eu não sei o quê aconteceu no caminho que eu estou aqui sozinha. Eu me entreguei de novo e de novo eu permaneço aqui.
Só as quatro paredes em volta...
Essa casa parece pequena pros meus sonhos, essa sacada parece não conseguir conter minha raiva e se eu gritasse não serias capaz de escutar o eco.
Paredes não sentem, elas não entenderiam a essência disso tudo.
Eu tenho a incrível habilidade de irritar a mim mesma, de querer e ficar parada por medo, de ter vontade de gritar e simplemente calar.
Isso me consome, essa angústia incessante.
Eu deveria não querer você depois de tudo, eu detesto esperar, eu detesto ser a vítima e detesto que sejas o bandido que eu resolvi culpar. Eu gosto desse teu jeito, da pessoa que eu sou perto de ti e eu gostei daquele beijo e da maneira como parecia que me querias, antes de eu me ver aqui. É...

De que me vale sentir tudo isso?
De que me vale querer lutar?
De que me vale dar o primeiro passo?
De que me vale tudo arriscar?

"Se amor fosse o suficiente, eu ainda estaria contigo".

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Lacuna Coil - Not Enough

I don't want to be safe, I want to go down with you
Together we will find a way to come back
Come back
Come back

I don't want to be safe, I want to go down with you
Together we will find a way to come back

I thought it was too late
I thought you disappeared
It's been a while since I believed in you
I used to have the strength
I used to just walk away
But now that I see you
It's not enough, it's not enough

I don't want to be safe, I want to go down with you
Together we will find a way to come back

I'm falling once again
I'm following the way
Nothing's changed since I believed in you
I knew that you would come
I thought that I'd be afraid
But now that I have you
It's not enough, it's not enough

I don't want to be safe, I want to go down with you
Together we will find a way to come back

Forgotten fears
I throw away all of the caution out into the wind
My soul is thirsty
And I'm dreaming of you, get out of my mind
Come back (get out of my mind)
Come back (get out of my mind)

I don't want to be safe, I want to go down with you
Together we will find a way to come back
I don't want to be safe, I want to give in to you
Together we will find a way to come back

sábado, 12 de dezembro de 2009

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

My Own Personal Ed

Você insiste em aparecer e desaparecer quando lhe é cômodo. Minha sombra que faz questão de ser meu fantasma. Aquele assunto que todos fazem questão de não comentar porque sabe que desperta sentimentos que a gente nem julga ser possível.

E cá estou eu, novamente assistindo enquanto você vai embora. E quanto mais você vai embora, menos impacto tem. E quantas vezes eu já vi você fugir, não é mesmo? Eu nem tento mais te impedir... Você volta uma hora. Sempre volta quando quer.

Minha danificada criatura, estou aqui de braços abertos a te esperar, porque eu sei que uma hora dessas você volta e tudo recomeça de novo.

Queria só que você percebesse.

Que é preciso muito muito muito muito muito amor...

Pra te odiar como eu odeio quando você vai.