quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Memories From a Hot Summer

O silêncio estava incomodando já. Ele tava olhando pra idiota, querendo muito parecer apaixonado, queria magoar, rasgar o coração dela, que nem se preocupava e fumava seu cigarro olhando pra bebida em sua mão.
- Quer um cigarro? - ela disse pra mim despreocupada, bebendo uma grande parte do conteúdo que havia na garrafa.
- Quero. - eu mesma me surpreendi com minha resposta, mas estava muito magoada pra ligar pra isso por muito tempo, só queria aliviar aquele calor de verão que insistia em queimar através das minhas roupas, estava torcendo pra ele estar sendo queimado também.
Olhei pro lado e a carteira de cigarros dela tava ali, peguei um. Ela riu de mim, era minha amiga então eu deixava ela rir, me ensinou os truques pra fumar e tudo, o silêncio foi quebrado pela nossa conversa e nossos risinhos idiotas.
- O que você tá fazendo? - ele disse surpreso, me vendo com o cigarro na mão.
- Tô levando ela pro caminho errado. - ela disse, sem olhar pra ele.
Eu fiquei quieta, olhando os dois. Ele olhava pra ela meio encantado e meio puto, não dava pra entender. Ele me viu olhando pra ele e deu um sorriso consolador, como se pedisse desculpas por não gostar de mim como eu gostava dele.
- Não faz isso. - ele disse pra mim - Se você fizer isso, não tem volta, a gente vicia.
"Não é só isso que vicia, seu paspalho", pensei, mas aquela hora não era a melhor pra expressar sentimentos, havia muito álcool por perto. Ponderei por um tempo, enquanto ela procurava o isqueiro pra acender o cigarro que estava na minha mão, será que ficaria mais quente dentro de mim ou lá fora? Quer saber? Não ligava, dei um gole da bebida que ela bebia, não era forte, não senti nada então virei a garrafa, amassando um pouco a ponta do cigarro.
Ela tomou-o da minha mão e deu o primeiro trago.
- Só pra você não roubar meu namorado, eu vou fumar primeiro. - ela riu me passando o cigarro.
- Não faz isso. - ele repetiu.
Olhei pro cigarro em minha mão, as cinzas descendo... Traguei o cigarro como se fosse minha última respiração, não me importava com o que ele dizia, eu não queria escutar mais.
Se aquilo viciava, não seria a primeira nem a última coisa.

2 comentários:

  1. Também tinha Celo, Báps e Kaio nesse dia quente?
    hsuahsauhsuas

    Cigas.
    Gostei.

    ResponderExcluir
  2. HASUHASUAHSUSAHUASHASUHASUHASUH
    tinha :x
    ATORON.
    (:

    ResponderExcluir