terça-feira, 15 de maio de 2012

Desculpa se eu canto sem dó
E se meu tempo não corre de ré
Basta que eu ame e pra mim faz sol
Deixa que a vida fala por si só.

Deixa o tempo correr sem dó.
Agora que eu vivo de ré
Se eu canto pra mim faz sol
Deixa o amor falar por si só.



segunda-feira, 7 de maio de 2012

Só pra ela.

Só de pensar em você - êxtase.
Fico estático ao te ver.
Seguro a respiração enquanto você sorri.
Você não vê? É sempre assim.
E é tanta doçura em você que eu faria um melado com meus versos
Pra te deixar molhada
Pra te virar do avesso
Me deixa ser o seu menino travesso?
Me deixa atravessar o gosto desse seu brilho de uva
Deixa eu te beijar na chuva?
E te encher de chamego
Me deixa habitar no teu peito,
no teu jeito que judia
minha sanidade.
Vem que eu te faço morrer de saudade.
Vem pros meus braços e pra debaixo do cobertor.
Deixa eu gastar tempo te descobrindo.
E mesmo se acaso o tempo ruim for
Deixa eu ser o porquê de você conseguir estar rindo.
Deixa eu ser seu amor?
Deixa eu te mostrar meu gosto
Se for do seu gosto
Me moldar ao seu temperamento.
Morder tua canela.
Deixa eu ser teu
E andar de mãos dadas abobalhado por aí.
Fica.
Que eu te darei bons motivos pra nunca mais querer partir.
(Nem meu coração)

domingo, 6 de maio de 2012

Te Carreguei

Você é minha bagagem preferida, aquela da qual eu tenho orgulho e mostro pra todo mundo. A gente nunca conseguiu se separar efetivamente e eu tenho certeza que isso é muito minha culpa, eu nunca quis mesmo te deixar ir.
Mas você foi escapando de mim e não havia nada que eu pudesse fazer que te trouxesse de volta pro meu lado, me pedindo pra te esperar e me dizendo que tudo ia ficar bem e que nós íamos nos casar eventualmente quando a gente se encontrasse de novo. Quando a gente tropeçasse um no outro fingindo que foi sem querer quando no final nosso passo era milimetricamente contado pra gente ter uma outra desculpa pra se aproximar debaixo do nariz de qualquer um que tivesse com a gente naquela hora, era o acidente perfeito.
Você mesmo me disse que o que a gente tinha tava morrendo aos poucos e que te desagradava tanto quanto mim, mas não se pode salvar algo que já morreu, certo? A decisão não cabia mais a gente se o destino não quis que a gente ficasse junto.
Mas na minha cabeça, era só uma questão de tempo até a gente ficar junto de novo
E até agora nada...

Eu só sei que hoje eu escutei uma música que era a sua cara e naquele momento eu estava completamente imersa em você, na sua imagem, na felicidade que você estaria quando se visse naquela situação e do meu lado...
Você me sentiu aí, cantando no seu ouvido?
Ai ai, assim nesse dia eu me atirei e fui te encontrar...