quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

No Já?

Nunca fiz questão de você na minha vida...
E não vai ser agora que eu vou começar.

Da Arte De Perder Alguém

Vivemos dizendo que é muito fácil perder uma pessoa. Basta cometer um errinho, que seja fatal e acabe com todo o castelo de cartas construído, e geralmente é sempre dito do ponto de vista de quem é sacaneado, porque convenhamos, os injustiçados tem uma maior inspiração pra contar quão magoadinhos eles se sentem com as traições... Mas convenções sociais de lado, vamos falar sobre a arte de perder alguém.
Perder alguém, como todas as outras coisas na vida, é uma arte: é bonita ou feia... Depende dos olhos de quem perde e de quem é perdido. 
Ainda não estou certa se perdi ou ganhei estando sem você, só sei que eu estou sentindo uma falta danada de você e eu vou me agarrar à esse fio de esperança até que ele se rompa, porque por enquanto te perder parece ser perder uma parte muito valiosa de mim e mesmo que digam que eu estou melhor sem você, eu me sinto vazia sem ter a certeza de que você ainda me ama do jeito que eu te amo.
O que eu fiz... Seja lá o que for, não pode ser tão grave assim, pode? Será que eu cometi um erro colossal e nem mesmo me dei conta de que o estava fazendo? De qualquer forma, eu estou aqui, esperando me redimir de todas as formas que eu ver que são possíveis. 
Eu não quero perder você, não agora, não.
Eu quero começar meu ano sabendo que eu ainda estou inteira... Ainda tô contigo.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Shuffle e suas lições

Ironicamente, o shuffle do iTunes foi feito para sacanear com a nossa cara.
Mas dessa vez, com uma coletânea de músicas que já não escuto mais com a frequência louca que escutava antes, me lembrei de mim mesma na época em que essas canções faziam sucesso na minha cabeça.
E me veio aquela garota amarga e fria. Apesar de se apaixonar e se encantar com os "carinhas errados", já que o meu tipo parecia estar atrelado àqueles meninos desejados e cafajestes, também uma garota desacreditada.
Desacreditada depois de umas quedas que deixaram cicatrizes que até hoje se tornam difíceis de esconder, e que se tocar, dói.
Era um duo de fria como o gelo + cega de amor.
Lágrimas? Só com O Cão e a Raposa e quando a raiva já havia consumido as fibras do meu ser.
Confessar amor? Nem com 50 chibatadas.
Tinha uma barreira de titânio e uma arrogância irrevogável.
A letra da música gritando nos meus ouvidos e na minha memória, olhei pro espelho. Foi uma longa espera e um processo lento, mas valeu a pena.
Só de pensar no que o meu eu-de-algum-tempo-atrás faria numa situação dessas agora, é perceptível, o quanto baixei a guarda, o quanto mudei. Todo mundo sabe, todo mundo vê.
Apesar de jurar que sim, não me arrependo de nada.
Tudo isso teve que ser vivido e serviu para me tornar quem sou hoje.
Sou feita de todas essas cicatrizes e não-cicatrizes.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Desatando nós de nós.

Éramos nós navegantes naus, nuvens nuas
Puros, intactos
Tocados pelo céu que faz pactos
Com o Sol e que abraça as Luas

Éramos sorrisos e estrelas-guia
Éramos Deuses de nós
Éramos antigos faraós
Trazendo a noite, atando-a ao dia

E de repente, num piscar
O céu se encheu de escuridão
Pouco a pouco buraco negro, um vão
Que estávamos prestes a nos tornar.

Desatino de dois seres sós
Desatando tudo que nos unia
Nem mas noite, nem mais dia
Nem mais nós.

Ampulheta


A gente se define por momentos que fizeram a gente de alguma forma sair da nossa rotina, não é mesmo?
E são esses lapsos no tempo que moldam o nosso comportamento, nossa personalidade e tudo que nós somos como um todo.
E nesses flashbacks da vida, já pararam pra pensar que esses momentos foram os mais breves?
Como quando a gente gira uma pequena ampulheta e fica olhando a areia descer e parece que é tão devagar... O tempo. Que aí sim a gente se dá conta de que os momentos que fizeram valer somados não dão mais que uma hora...

Aproveite seus cinco segundos.

Forgive, Not Forget

Quando as pessoas chegam num dado momento da vida delas, elas tendem a se arrepender das coisas que eles fizeram ou deixaram de fazer... As pessoas que eles amavam, mas não tiveram chance de mostrar porque estavam ocupadas demais fazendo beicinho pra conseguir tudo à sua maneira... Enfim, se existe um sentimento universal que todo mundo vai passar na vida, será com certeza o arrependimento.
Eu cuido em contar para as pessoas que eu amo, que eu as amo e que isso provavelmente não mudará num futuro próximo... Quer elas estejam aqui doo meu lado ou noutro continente, eu preciso pôr isso pra fora para que esse sentimento tão grande dentro de mim não transborde e caia no esquecimento. 
Confrontos são um pesadelo pra mim, então eu tendo a perdoar as pessoas pelos erros que elas cometem... Afinal de contas, você desperdiçaria uma amizade ou um amor por um errinho idiota? Quando a gente para pra ver quão besta a gente foi, talvez seja tarde demais pra mudar essa realidade e é terrível viver com o peso de uma coisa não resolvida e que permanecerá assim pra sempre.
O que eu realmente quero dizer é que eu perdoo e pra maioria das pessoas eu estou sendo ingênua ao fazê-lo, ou que eu estou dando motivo pra pessoa me sacanear de novo, mas eu quero deixar algo esclarecido: quando uma pessoa me fere, ela é perdoada, mas as coisas entre nós NUNCA serão as mesmas novamente e é como se fosse um bolo ou uma pizza, sabe? Cada um arranca o que pode de mim, mas quando esgota... Aí eu me esgoto.
E então... Eu perdoo.
Mas não esqueço.

The State I'm In

Sabe o que eu amo na gente? Não temos fotos, nem aliança, mas temos sinceridade, cumplicidade, respeito, amor na medida certa e principalmente um ao outro. Não existe razão pra insegurança e quando o assunto é nós dois, tudo sempre se resolve. Mesmo que tenhamos defeitos sobrando, sabemos da nossa imperfeição e mesmo assim você dá o melhor de você pra mim e eu dou o melhor de mim pra você. Eu sei que ninguém te enxerga assim como eu, mas só eu sei dos segredos, das promessas, de tudo o que nós sonhamos e que eu guardo pra te manter só meu. Mesmo com todas as estúpidas desavenças que ocorreram e ocorrerão, se você decidir ficar pra sempre, do jeito que eu espero, eu prometo que eu vou ser a mulher que mudou sua vida. Prometo te honrar e te respeitar, te amar todos os dias, até mesmo se um dia você tornar isso difícil. Prometo porque sei que você fará o mesmo por mim, porque você me ama e me adora. Porque eu sou mais que tua amiga, que tua amante, eu sou tua mulher, tua parceira...
E nada na vida é fácil e simples, mas com você, juro...
Tudo fica bem mais suportável.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Eu sinto muito.


Aqui estou eu, caminhando na ponta da sapatilha, pesquisando coisas que me lembram você, desenhando, cantando, tentando...
Tentando levar uma vida sem suspiros, sem você.

Eu sei que são apenas alguns dias mas parece muito. 
Você é tão essencial que fica difícil permanecer aqui, 
arrumando desculpas pra não sentir sua falta.

Só que eu sinto.
Eu sinto muito.
Volta logo.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

IN-ON-IN-ON

Sim, isso é uma emergência.
Preciso que você me tire desse tédio, me arranque dessa solidão como quem realmente quer me ter por completa... Nem que seja por algumas horas, ou dias, semanas, meses ou uma vida inteira. Não quero que você me tire de forma lenta, calma, para que eu possa me ajustar... Eu quero que você me arranque daqui com a mesma agilidade com a qual você parte um coração: rápido. Quero ser sugada pra qualquer outro mundo que não seja o meu de agora, quero que você me leve pro mundo que eu sempre quis conhecer, que eu sempre sonhei viver... Com você ou não, não importa o que você vai escolher no final... Ou quem você vai escolher. O que importa é que esse mundo que eu conheço com a palma da minha mão está me entediando.
Quero mais de você dentro de mim, quero que você apague essa chama que me consome cada vez mais, quero que você sacie toda minha vontade de você, de conhecer você por inteiro e ouvir você gemer baixinho no meu ouvido, pelo menos pra saber que por um segundo eu fiz sua cabeça ficar tão doida quanto a minha.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Mantenha ele no lugar dele: FORA DA SUA VIDA

Depois que se termina um relacionamento, ESTÁ ACABADO, ele não deve mais nada a você e você não deve mais nada a ele. Não existe isso dele cobrar absolutamente NADA de você, porque qualquer tipo de satisfação a um garoto que ainda não cresceu, é a última coisa que você deve fazer.
O que ele quer é sair na melhor, melhor retrato da síndrome da vítima, então PARE de dar atenção a ele. Exclua essa peste do seu facebook, agenda telefônica, twitter, bbm, whatsapp, da sua VIDA.
Esse garoto não tem o direito de te encher o saco mais e nem de te dizer o que QUER!
Cultivar qualquer tipo de conversa só te fará sofrer, então pra quê? Pra quê dar a chance dele conseguir fazer com que você se sinta culpada por uma coisa que você só deu o seu melhor?
Existe muita gente no mundo, e eu tenho certeza absoluta que uma pessoa tá esperando pra te fazer sentir como você merece. Sei que soa como o clichê mais manjado, mas não é.
E por favor, nem precisa gastar seu tempo virando vida louca porque esse fofinho destruiu seu coração. Ficar com vários garotos não vai te fazer feliz, e ficar com os amigos dele, pior ainda; então se for pra perder tempo vá pelo menos gastá-lo com algo produtivo e que não te faça arrepender-se depois.
Quando você menos espera o garoto certo aparece finalmente, ou até, sua cegueira momentânea acaba e você passa a ver quem estava mesmo do teu lado.

Escute a voz da experiência.







"Now you'll never see what you've done to me. You can take back your memories, they're no good to me. And here's all your lies, you can look me in the eyes with the sad, sad look that you wear so well"

domingo, 18 de dezembro de 2011

MOTHER OF GOD!

Estava sentada, usando o computador, quando meu irmão se aproximou segurando e me mostrando um conjunto bruto de pedras cristal.
– Olha que legal. Tava guardado há um tempão. E, olha só, esse cristal tá se lapidando sozinho.
– É mesmo.
– Estranho, né?
– É.
– Não, eu não acho. É a natureza, e a natureza não é estranha. – em seguida, ele tentou arrancar o cristal que se lapidava sozinho. De repente, vários pedacinhos de cristal voaram por toda a parte: escrivaninha, teclado, tela do computador, chão, no meu roupão, até nos meus olhos. Ele se paralisou, temendo a minha reação, pois achava que eu brigaria epicamente com ele por isso. Após o ocorrido, não me contive e explodi de gargalhada, assim como ele.
– QUÊ ISSO!!! KKKKKKKK – e começou a catar os mil pedaços espalhados.
– “SANTO CRISTO!” KKKKKKKKKK
– “MOTHER OF GOD!” – imita o meme gesticulando um óculos imaginário – KKKKKKKK
– QUÊ QUE VOCÊ FEZ, VÉI?! KKKKKKKKK
– EXPLODIU! KKKKKKKKKKK Eu fui tentar tirar o cristal lapidado! – se abaixou para catar os pedaços no chão e resmungou – Esses elfos, viu... Esse cristal era dos elfos. Eu fui pegar, eu, que sou druida... Aí teve esse choque de poderes... de mágica... Eu acho, porque... né... pra ter acontecido isso, não sei, vai saber! kkk
– kkkkkkk Véi, sujou tudo aqui! Tem até no meu teclado!
– kkkkkkkkkkk Foi no teu olho?
– Foi! Só que eu fechei na hora.
– Isso porque você não viu daqui de cima! kkkkkkkkkkkkkkkkkk Explodiu por toda a parte, véi, tá louco!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Corazón

Eu te quis tanto, mas tanto, que até hoje procuro uma palavra perfeita pra descrever a intensidade de tudo que eu sentia por você. Sério. Você foi a melhor pessoa que eu conheci e me deu uma gama de coisas, inclusive tudo o que eu sei hoje, eu sei porque você existiu, se eu me tornar alguém grande é porque no começo, quando eu era menor, você me ensinou sobre como é amar e ser amada.
Eu amo você até hoje e não escondo isso de ninguém que vier perguntar, eu amo amo amo amo amo você tanto que chega a doer, porque eu sei que você não tá aqui comigo mais, eu sei que as possibilidades de eu te ver são remotas, mas ainda assim eu nutro por você um sentimento tão grande que só tende a crescer em mim.
Sinceras desculpas por pensar que você partiu meu coração porque você queria me ver caída, por te odiar com toda fibra do meu ser até descobrir que esse ódio todo era amor. Eu quero estar contigo, mesmo que não podendo estar estar contigo, entende?
Acho que dessa vez eu parti seu coração só pra ver se você tinha um, e adivinha?
Você tem.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Eyes

Menina, você não presta. Lide com isso.
Você pode se fazer de inocente, mas todo mundo já sacou qual é a sua.
Você só quer destruir pessoas felizes porque você não constrói a sua felicidade.
Tudo o que eu quero de você é distância: sai de uma vez por todas da minha vida e me poupa o trabalho de ter que olhar nesses olhos dissimulados fingindo que você realmente se importa.

I Wanna Hold Your Hand

A gente não se entende em um olhar... A gente na verdade não precisa nem se olhar pra saber exatamente o que o outro tá sentindo, eu só preciso segurar a sua mão pra sentir que tipo de emoção você tá passando, eu só preciso sentir você me tocar pra saber exatamente o que você está sentindo.
Basta eu te tocar pra eu sentir todo o amor que você guardou só pra mim, só pra eu poder suspirar quando falam teu nome. Nossos olhares conversam e tem longos diálogos sobre todo esse fogo guardado na gente, mas nosso toque transmite tudo que vai perecer, por mais que tudo esteja terrível, basta você segurar minha mão para eu saber que você não vai sair correndo pro lado oposto.
Porque eu sei que quando você segura minha mão, você evita que eu afunde, que eu me afogue no contentamento de viver a vida indiferente, você não só segura minha mão, amor.
Você me salva todos os dias.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Instinto

Eu vou, você para. Você vem e eu paro. Ah, querido, sincronia nunca foi o nosso forte, não é mesmo?
A gente regrediu aproximadamente dez anos e isso definitivamente não me deixa feliz... Quero deixar os romances adolescentes para os adolescentes, porque nós somos adultos agora e não tem mais como isso parar, a gente devia estar fucking ao invés de se encarando.
Ou só eu penso isso?

Papo de elfo e amor de orc

— Por que você tá usando na direita?

— Porque é de namoro. Na esquerda é de casamento.

— Que isso? Papo de elfo? Isso me soa papo de elfo, eles que te disseram isso? Porque eu não acredito no que os elfos falam. Isso parece coisa de elfo...
Os orcs não, os orcs usam pulseiras. Umas pulseiras que têm uns espinhos por dentro, sabe? E nesses espinhos têm... veneno do amor. Aí colocam no braço assim... a orc coloca no orc assim, né... — demonstra fazendo gestos no próprio braço — e a pulseira fecha encaixando no braço. E fica. Pra sempre. Eles nunca mais se separam, são bem fiéis um ao outro. Pensa que os orcs são só ogros? Feios? Verdes? Não, eles são irados.
E os dragões? Nem comento. Sabe como os dragões fazem? Eles rasgam a asa. Se você vir um dragão com um rasgo em formato de raio na asa, esse dragão é casado.