domingo, 28 de setembro de 2008

Insanidade

Eu tenho o pressentimento de que esse texto é tão importante pra vocês quanto pra mim.
É por isso que 1:40 da manhã eu começo a escrevê-lo, na vã esperança de que isso faça adormecer meu cansado coração.

Eu sei que houve um tempo em que tudo era mais simples.
Em que eu ainda tinha esperanças de que as coisas pudessem mudar, que você pudesse ser exatamente como eu esperava, que você me visse exatamente como eu desejava.
Eu estou aqui, me desequilibrando, desacreditando, me partindo em pedaços só pra te ver recolher as pequenas partes espalhadas pelo chão.
É sempre assim? Esse frio na barriga? Essa ansiedade? É sempre doloroso assim?
Por que você surgiu e virou meu mundo de cabeça pra baixo. Você me transformou no que sou. Nas dúvidas que tenho, na mente que insiste em não te deixar ir.Se bem que eu nem sei mais até que ponto é mente e até que ponto é coração. Eu só sei que eu estou aqui.
Eu estou aqui com disposição pra tentar fazer isso dar certo e a maneira como você é displicente com isso não me agrada nem um pouco. Qualquer um pode ver que eu não sou expert em demonstrar meus sentimentos, mas isso não diminui o que eu sinto por você.
Isso não é nada novo.
E eu não tenho medo da sua reação mais, por que não há mais nada pra se perder quando até eu me perdi.
Sabe o que me restou?
Você.
Então eu estou me segurando firme á esse pequeno pedaço de corda, rezando pra não cair nessa vala. Pra não ir parar no fundo do poço mais uma vez.
O que eu quero dizer de verdade é que eu não acho justo que você me faça esperar.
Que você tenha tanto descaso com tudo o que eu tenho pra te oferecer.
Se eu pudesse apenas tocar você com as minhas mãos geladas sem te ver recuar
Você sentiria na pele o meu arrepio.
Sente a minha vontade de estar com você?
Aí você saberia
Aí você enlouqueceria
Por que sentir isso, amor...
Sentir esse amor
É insanidade.

domingo, 21 de setembro de 2008

Revelando os mistérios de Bib-hibs

Após muitos anos de pesquisas árduas e ultra-secretas ao redor do mundo (e contatos com possíveis galáxias distantes), tenho o prazer em apresentar-lhes os dados técnicos da menina-prodígio, mais conhecida como Bib-Hibs.
Para a coleta de tais informações, que mudarão a sua vida e das pessoas ao seu redor, foram realizadas experiências com o auxílio de sistemas de tecnologia de ponta, criados especificamente para estudar essa exímia criatura, mais conhecida como Bib-Hibs.
Sem mais delongas, eis os dados da rara espécime, mais conhecida como Bib-Hibs.
  • Ela TOPA-TUDO.

(Arika: "Queria montar uma banda[...]", Bib-Hibs: "Vamos montar uma").

  • Ela é prática.

(Arika: "Tenho que estudar [...] Quê que a gente faz numa hora dessas?", Bib-Hibs: "Estuda que nem louca... Ou fica aqui :D").

  • Ela fala amiga.

(Bib-Hibs: "Eu falo amiga às vezes").

  • Ela é Du Mal.

(Bib-Hibs: "Nossa. Disseram isso em sala dia desses. Que eu era do mal").

  • Ela é Madame Bib-Hibs.
  • Ela é uma big-espiã coworker do Sherlock Holmes.

(Bib-Hibs: "Na verdade é o contrário. Sherlock é meu co-worker. Eu sou a mente por trás do brilhantismo").

  • Ela é uma cientista.

(Bib-Hibs: "Cientista louca. Mas ainda assim tá valendo").

  • Ela é modesta.

(Bib-Hibs: "Eu sou linda *-* ").

  • Ela é dimensionista.

(Arika: "Que mais, Bibs?", Bib-Hibs: "Eu também sei explorar a terceira, quarta e quinta dimensão ^^").

  • Ela é complexa.

(Bib-Hibs: "Porque se trata de um plano elaborado sem objetivo fixo").

  • Ela gosta de jogar.

(Bib-Hibs: "Arika é das minhas... Gosta de jogar.").

E, por fim, alguns depoimentos de fontes confiáveis que comprovam e complementam os dados apresentados:

>> Arika, entrevistadora da reportagem:
"Conviver com a Bibs é uma surpresa a cada dia... OLÉ!! 8D"

>> Belle.Sorceress, especialista em estudos relacionados a Bibs:
"Aposto que ela trabalha na CIA também..."

Eis os dados reveladores (que inclusive podem custar a sua vida - perdoe-me não ter lhe avisado antes que lesse) desse único ser, último da linhagem, mais conhecido como Bib-Hibs.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

C (de confusão)

Eu não consigo imaginar todas as pessoas que você conhece. E os lugares que você vai. Quando as luzes estão baixas, eu não entendo todas as coisas que você tem visto.
Mas eu estou desaparecendo dos seus grandes sonhos... É sempre você nos meus grandes sonhos.
E você me diz que está terminado. Acordar, deitada em trevos de quatro folhas, e você está cansado e eu estou exposta. Você tem que sair, você não suporta me ver tremendo. Você me deixaria ir? Achei que não...
E você não quer estar aqui no futuro. Então você diz que o presente é apenas uma interrupção agradável do passado. E você não quer olhar mais de perto porque você está com medo de descobrir que toda a esperança que você mandou para o céu, agora, já tenha acabado. E acabou por causa de mim.
E então você me traz pra casa com medo de descobrir que você está sozinho e eu estou dormindo na sua sala de estar. Mas nós não temos lugar para viver.
Então você me traria pra casa porque nós dois sabemos o que é estar sozinho e eu estou sonhando na sua sala de estar... Nós não temos lugar para viver.
E C está vindo subindo as escadas em suas roupas novas... E eu estava pensando... Nós estivemos bebendo e isso não me leva a lugar nenhum.
Meu C veio subindo as escadas e tudo o que eu pude fazer foi tocar seus cabelos escuros, e eu estive pensando, me machuca pensar que as noites que nós estivemos bebendo nunca levou-nos a lugar algum.
Isto é porque eu posso soletrar confusão com C e eu posso gostar, e isso está morrendo em outros braços... Porque eu tiver que tentar? É para "Funeral For a Friend" e aquelas noites no meu carro. Quando você ver a primeira estrela, pode não ser uma estrela. Eu não sou sua estrela. Não foi isso que você falou? O que você pensou que essa música queria dizer?
E se é isso que é necessário apenas para rir dos meus erros e viver com o que eu fiz para você, todo o inferno por qual fiz você passar. Eu sempre pego o relógio as 11:11 e agora você quer conversar.
Não é difícil sonhar que você sempre será meu C.
Meu C.
Nunca te machucarão como eu tentei machucar. É a verdade, garoto.
Isso é para um garoto que entrou na minha mente com todas as coisas bonitas que ele fez. Ei, sabe, você me mantem acordada na cama, isso é para um garoto que entrou na minha mente com todas essas merdas que eu fiz. Talvez, querido, você poderia me manter acordada na cama...
Meu C...
Você gira em volta de mim como um sonho que nós atuamos em um filme.
E eu disse “Sabia que senti sua falta?”
Eu sinto sua falta...
E aí você me traz pra casa e nós iremos dormir, mas desta vez, não sozinhos. E você vai me beijar na sua sala de estar. Eu sei que você sente minha falta na sua sala de estar porque nessas noites, eu acho que eu sentirei sua falta na minha sala de estar. Nós não temos lugar... Eu disse, alguém precisa desse lugar?!
Porque todos nós precisamos de um pouco mais de espaço para amar.
Meu C...

domingo, 14 de setembro de 2008

Nenhum.

Normalmente eu sou aquela cheia de esperanças.
Aquela que chora em casamentos, que filosofa sobre o amor.
Só que o mundo dá voltas.
O mundo dá voltas.
Então depois dos beijos loucos que nós demos naquela sexta feira no carro, da forma como eu permiti me envolver com você, não seria típico se terminasse assim?
Uma noite só. Uma noite só.
Que representou a quebra com tudo o que eu havia dito até aqui.
Você me fez alguém estúpida. Alguém que mesmo depois de todos os sorrisos, todos os toques que nos fizeram escalar paredes, é vil a ponto de contradizer sua própria moral.
Então aqui vem aquilo que eu realmente queria dizer.
O amor não enfraquece as pessoas.
O amor não existe.
É só uma ilusão que nós criamos pra justificar a necessidade de não vivermos sozinhos nesse mundo rude, insensível e cada dia mais doloroso.
Ou talvez ele exista.
Só não pra mim.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Wonderwall

{E talvez você seja quem me salve}

Talvez o mundo esteja de cabeça para baixo e nós somos os únicos que nos mantemos normais, parados, equilibrados. Talvez todos mudaram e nós permanecemos aqui, parados no tempo, esperando que alguém nos salve.
Queria saber se alguém vem me salvar, para que eu possa finalmente viver como os outros e parar de me sentir como uma estranha no mundo que eu mesma vivo. Porque eu estou sem ar e pela primeira vez eu tenho companhia, pelo menos não estamos sozinhos.
Mas vendo aquela vida paralela, eu percebo o quanto eu queria que ele viesse... Que ele apenas percebesse que é dele que eu preciso para sair daqui, para levar meu companheiro, para me salvar.
Porque o difere ele das outras pessoas, é que ele é o único que pôde me tirar daqui, o único que viu através de mim, o único que deseja me ver e ainda brinca com meu coração.
Meu companheiro me compreende, meu companheiro é meu amigo, mas ele, ele é tudo, ele é quem me tira o ar e continua fazendo isso. Porque ele consegue me ver, mesmo quando ele está longe, mesmo quando ele está neste mundo paralelo onde é tudo feliz. Ele me faz ver a felicidade. Ele é tudo ou nada. Ele é o que eu sempre sonhei e o meu maior pesadelo... Ele me deixa assim...
Pirada

[Where is Your Heart? - Kelly Clarkson]