sexta-feira, 19 de março de 2010

Change In Plans

A gente estava predestinado, ou pelo menos pensava assim.
Conseguíamos nos falar sem palavras, nos olhar sem os olhos e nos tocar sem as mãos.
Éramos um só e eu tinha orgulho de dizer que éramos um "nós", eu era um "nós" finalmente e eu tinha exatamente o que eu queria. Eu tinha você.
Foi uma experiência tão boa, que poderia ser vista como extra-corpórea, o máximo do êxtase, era tudo o que eu sempre sonhei.
Era algo surreal.
E era só nosso, o momento não era registrado, não haviam testemunhas, era só eu e você.

Mas houve uma mudança nos planos.


E por algum motivo você foi embora... Não que o amor tenha acabado, você só se cansou de tanta perfeição, eu acho.
Perfeição enjoa mais rápido do que imaginamos.
Mas o amor ainda existe, em algum lugar dentro dos nossos corações feridos: o seu por ter que me deixar; o meu por ter te visto ir.
Nada me mata mais do que ficar lembrando do que a gente era, ou pior, do que a gente poderia ser.
Eu sei que eu não tenho um vasto conhecimento sobre a vida e as pessoas, mas de uma coisa eu tenho certeza:

Os planos vão mudar...

( [...] e quem sabe dessa vez pra melhor? )

2 comentários: