segunda-feira, 4 de abril de 2011

Universe & U

Eu te vejo sorrindo pra todos, cativando quem passa na sua frente, quer você queira, quer você não queira.
Não posso deixar de sorrir também e amar o fato de que finalmente eu te achei e você me encontrou, quando as perspectivas pareciam tão obscuras, quando eu estava mergulhando num buraco negro de falta de esperança e tudo parecia tão perdido, tão utópico, que o melhor que eu tinha a fazer era me conformar que o destino não havia colocado amor na minha vida.
Não tinha sorte no jogo e muito menos no amor.
Agora é diferente e meu espírito competitivo aguenta perder enquanto você estiver por perto pra segurar minha mão quando eu me sentir uma fracassada. Você promete fazer isso por toda vida?
Porque eu prometo manter tudo sempre sem tédio e sem rotina, um pouco de amor matinal e noturno e dois beijos... Um pelo hábito de te beijar e um que tiraria o seu fôlego e o meu.
Eu nunca fui de fazer planos ou me portar de forma simpática logo de cara, mas olha só pra mim caminhando pela rua e imaginando nossa casa e filhos enquanto o sorriso aumenta tanto que as bochechas, mal acostumadas a isso, começam a doer.
Nunca pensei que eu pudesse me sentir assim, como se eu fosse igual a outro alguém e ainda assim tão diferente. Droga, você despertou minha sensibilidade e eu não sei quando ela volta a dormir, porque quando eu acho que a razão me dominou, você só sorri e eu já estou noutro lugar com você.
Não importa se formos pobres, centenários, ricos ou otimistas, eu sou você, você sou eu e o resto do mundo não importa.

Um comentário:

  1. Prim, esse texto tá tão mimimi e feliz que eu até estranhei.
    HAUhauHAUhauHAUhauhUHAuhauh
    P
    E
    R
    F
    E
    I
    T
    O
    darling.

    ResponderExcluir