quarta-feira, 13 de abril de 2011

Amor Bipolar

Hoje eu te traí, querido e eu confesso que eu nunca me senti tão viva na vida com todo aquele lance escondido, com medo de que você me encontrasse nalgum lugar pelo mundo.
Mas eu tô te contando isso porque eu te amo demais e com isso eu percebi que você é o amor da minha vida e é contigo que eu quero passar o resto dos meus dias, mesmo que você desperte o que há de pior em mim.
Eu morro de ciumes de você com aquela idiota. Quem ela pensa que é pra dar em cima de você assim? Você quer ela, pode ficar.
Não fica não, querido, juro que eu vou ser menos ciumenta e sempre te amarei.

E sabe como esta história termina?
Depois de sucessivas brigas e términios, eles seguem a linha bipolar e escolhem caminhos diferentes.

Um comentário:

  1. tenso seu texto de 22:22, gate.
    Mas euu acho que ciúme tem que ter medida, ou cada um realmente segue seu destino separado.

    ResponderExcluir