terça-feira, 26 de abril de 2011

Anúncio: Preciso te conhecer

Desculpa, eu realmente não queria vir aqui fazer cobrança, mas já estou ficando com a bunda achatada de tanto te esperar!
Quando você vai resolver aparecer? Na hora certa? Darling, então me diga, que horas é a "hora certa" para que eu possa ajustar meu despertador.
Já te confundi com tanta gente... Acho que você tem um rosto um tanto quanto comum, ou familiar demais. Mas juro, juro que nunca te troquei, nunca tive nada além de perda de tempo e enganos com todos eles.
Ah, não faz assim, eu só quero que você me mostre teu rosto, vai. Então, tá quente ou tá frio? Porque dessa vez eu vou te encontrar, mesmo que você queira continuar a se esconder.
A verdade é que eu não tô mais aguentando viver nessa espera aparentemente sem fim, eu preciso de ti, de viver do teu lado. Daquele que eu gosto, aquele que vai fazer carnaval de um dia chuvoso com um simples abraço de encaixe sutil e amistoso.
Procuro seu rosto na coluna social, na esperança de te encontrar num anúncio de amor, dizendo que precisa urgentemente de mim.
E eu sei que você precisa de mim tanto quanto eu preciso de você. Não precisa dizer nada não, não precisa dizer que é você, só precisa aparecer.
Eu não tenho medo, com a lucidez dos embriagados iremos de nos reconhecer desde o primeiro momento.

2 comentários: