terça-feira, 12 de abril de 2011

Misery

Eu queria poder gritar pro mundo que eu estou acompanhada de alguém que finalmente me satisfaz e que não se importe com o fato de eu gostar de cantar e não ter o mínimo dom pra isso. Às vezes eu sinto que eu quero muito e que eu deveria me contentar com qualquer um que diga que me queira e compartilhe coisas em comum, qualquer coisa sem emoção que a gente vê hoje em dia, mas aí eu penso, se já tem tanta gente que vive essa vida por que eu a desejaria pra mim?
Por que as pessoas deixam de viver pra ficarem estagnadas numa vida que mal se caracteriza como vida?
Porque a miséria gosta de companhia e descobre ela em pessoas fracas.

Um comentário: