domingo, 24 de abril de 2011

Se todos os sonhos pudessem ter a mesma leveza de dias como esse, talvez toda dor pudesse ser pelo menos minimamente tratada.
Percebo que toda ordem é consequência de uma necessidade de organizar o fracasso em etapas. 
Não sei o que me faz andar tão decepcionada assim com quase tudo e todos. Exceto por essas pessoas maravilhosas que me entendem do fim ao princípio e que me dão a oportunidade de ter novos princípios...
E eu gostaria que as coisas se encaixassem e que por átimos soluções aparecessem.
Não, não é minha intenção que as coisas se tornem fáceis demais, mas sim, não difíceis o bastante pra fazer com que todos a minha volta tombassem na escuridão, no desespero.
Ele é só uma consequência da solidão e tudo o que eu não quero é que eles se sintam assim.
Vocês são uma parte de mim, a mais significativa delas.
E se hoje o dia foi leve, foi apenas porque vocês estiveram aqui. 
(:

Nenhum comentário:

Postar um comentário