quinta-feira, 29 de abril de 2010

Ninguém

Ninguém acredita na gente: nenhum cartomante, nenhum pai-de-santo, nenhuma terapeuta, nenhum parente, nenhum amigo, nenhum e-mail, nenhuma mensagem de texto, nenhum rastro, nenhuma reza, nenhuma fofoca e, principalmente (ou infelizmente): nem você.

Um comentário:

  1. Ouch.


    Eu acredito, seja lá o que for.
    Eu sou ninguém?
    Eu sou perfeita?! :D

    ResponderExcluir