quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Perdendo a razão


Eu estava com raiva sem razão... Mas aí eu pensei no teu compasso, ávido, ritmado, nos teus olhos doces e cativantes, no teu cheiro gostoso que desafia, que inebria os sentidos, me faz querer mais, muito mais. E só de lembrar como eu me sinto contigo que meu coração acelera, me afundo em ternura. E mesmo quando eu sinto vontade de te sacudir ou quando a gente discute sobre alguma coisa bem idiota eu sei que se você me roubasse um beijo eu ia esquecer e me render.
Por que amor não é só a parte bonita, é a parte feia também, é aquela parte em que você reconhece que somos dois idiotas com sérios problemas mentais, talvez neuróticos, ciumentos, preguiçosos, mas felizes porque temos um ao outro.
Cada vez que eu penso em me afastar de você você envolve minha cintura pra perto do seu corpo, olha nos meus olhos, diz que me ama e me beija e aí...
Aiai
...
Do que que eu tava falando mesmo?

Um comentário: