quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Dammit

 
Eu me preocupo contigo e só Deus sabe o porquê disso, o pior é que eu não me preocupo de um jeito amigável, eu realmente quero cuidar de você, deixar você sentar no meu colo e me falar onde dói pra eu poder te curar... Ou pelo menos dar um beijo onde dói pra ver se passa, mas eu não posso fazer isso, você me diz que tá mal e eu não posso estar do seu lado pra te curar ou pelo menos te aliviar.
E talvez seja todo lance de você ser inatingível que me atrai, mas a cada dia que passa eu sinto que você é o certo e que enquanto eu não te provar, enquanto eu não tiver uma amostra da felicidade que você me traz, eu nunca vou sossegar, mas experimentar pra não ter também não me deixaria menos inquieta. Vê que eu tô num beco sem saída?
A questão é que eu não me preocupo de um jeito amigável, eu realmente me preocupo como se você fosse meu amor e que meu dever era cuidar de você primeiro antes de cuidar de todo o resto e eu nunca pensei que eu fosse me pegar assim, completamente sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário