domingo, 9 de outubro de 2011

Querido, meu amor...

Como o Amanhecer precisa do Sol, como a Noite precisa da Lua... Como tudo é tão diferente e se complementa, assim somos eu e você. Você me suspende, me lança ao mar de estrelas, me tira de órbita, ninguém me entende, me eleva, me enaltece e me cobre de sensações amorosas e acolhedoras como você.

Ai, querido...

Esse é o feitio da felicidade?

Um comentário: