sábado, 3 de setembro de 2011

Não Lembrar

Não é que eu tenha esquecido, amor, eu só prefiro não lembrar. Das lembranças dos toques macios e ternos, dos beijos sem sentimentos, aquela pressão quando você me aperta e me puxa mais pra perto de você e fala alguma coisa bem sacana no meu ouvido.
Tá vendo por que eu não posso me lembrar? Porque eu fico sorrindo que nem uma boba esperando que você vá voltar num cavalo branco e dizer que durante esse tempo todo você sentiu minha falta. Porque dói pensar que eu vou sentir falta dos seus lábios suculentos e do seu sorriso malicioso. Eu não quero me sentir assim.
Deus? Gaia? Libra? Sol? Tem alguém me escutando? Eu não quero me sentir assim, eu odeio me sentir assim impotente e completamente presa na palma da sua mão e sem perspectiva de saída. Não precisa tirar isso de mim completamente, só impedir que meu coração pule instantâneamente pra ele quando eu o vejo, que ele não bata tão audívelmente na minha cabeça impedindo minha razão de realizar qualquer coisa mais astuta do que dar um bom dia.
Então, não é que eu tenha esquecido... Só é mais saudável não lembrar.

Um comentário:

  1. Ficou mutio perfeito, sério.
    Mas o jeito de escrever tava crente que o texto era da Vera Verão q.

    ResponderExcluir