sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Anti-fofo

A verdade é que eu estou cada dia mais apaixonada por você, Caled. Cada dia mais... Porque você me conhece e é doce comigo até mesmo quando eu não mereço. Eu sou fácil de magoar, ninguém sabe o quanto além de você. 
E todas as vezes que eu me pego estressada, magoada, irredutível acerca de um assunto qualquer, eu tenho seu ombro pra chorar, eu tenho seus olhos pra me acalentar e tenho você inteiro e disposto a me ouvir. Pode parecer tolice, mas significa tudo pra mim porque às vezes eu sinto como se eu não pertencesse a nenhum lugar específico, mas fosse um apanhado de tudo o que os outros acham que eu deveria ser. Eu não pedi pra ninguém depositar suas esperanças em mim, eu me acho um fracasso, menos quando eu tenho você por perto. Talvez eu tenha sido egoísta, talvez eu tenha feito escolhas erradas, mas se elas me trouxeram até o seu caminho, então valeu a pena.
Eu sei que mesmo quando você é ríspido ou sarcástico não é pra me magoar. Aliás você nunca, está me ouvindo? Nunca tem a intenção de me magoar, você sempre só quis o melhor pra mim, eu que às vezes me esqueço disso e fico brava com você desnecessariamente. Você sempre me viu de um jeito que eu nunca tinha me visto antes: como mulher. E me desculpa se meu gênio é difícil e se eu complico as coisas a toa. Se eu choro e me irrito, se eu grito e fico emburrada por não conseguir disfarçar meu descontentamento... 
Você se mantém homem calmo, leve, me faz tremer e me curvar diante do seu ar impenetrável e seguro, é como se minhas palavras duras fossem esmagadas pela tua paciência e pelo teu zelo comigo. 
Se você me beija, meu corpo todo responde junto, foi assim desde o primeiro dia e eu soube ali que era você o único homem capaz de me fazer feliz. Não me importa se você tenta manter essa pose de durão, isso fica melhor em você do que em qualquer um. Mas você põe a mão no meu rosto de forma delicada, me abraça de um jeito que eu me sinto completa, seu amor me nutre, mesmo que nem tudo seja sempre perfeito e eu nunca o desejaria perfeito, prefiro ele assim, cru e honesto, como nós dois somos um com o outro.
Confesso, estar sem você é me ver condenada ao pior tipo de solidão. Eu sempre me acostumei com ela e era muito fácil até você aparecer e me raptar do meu mundo pra entrar no seu. Pra ficar na sua. Fiquei vulnerável, nem sei ao certo como é que tudo isso se deu, porque me parece absurdo que as coisas fossem do jeito que foram. Te conheci de uma maneira inusitada, bem quando não podia te querer, bem quando tudo o que eu desejava era não querer ninguém, você veio. Como um anjo, não é interessante? Você me salvou mas ao mesmo tempo você é aquele que me oferece um pouco de risco, uma coisa incontrolável, pra fugir um pouco da minha mania de fazer tudo certinho. Eu perco o bom senso, eu me arrisco! Porque você segura a minha mão e me diz que vai dar tudo certo, não importa o meu frio na barriga, eu sei que tudo vai dar certo porque eu acredito em você.
Meus desejos todos te envolvem agora, você me desafia, me explica, retira o melhor de mim e guarda em si, em um local seguro pra que ninguém perceba que você é frágil também,  que eu sou importante pra você e que você morre de medo de me perder porque eu também sou o que torna seus dias comuns tão extraordinários. Eu sei disso, eu não estou me enganando como fiz tantas vezes. Você é real, você me conquista, me faz agradecer por tudo o que vivemos...
Eu te vejo, mesmo quando você se sentir invisível, eu sempre vou te enxergar e vou estar lá pra te lembrar a pessoa fascinante que você é, que é pra você perceber que é mais do que maravilhoso, é inesquecível.
Eu mal posso esperar pelos anos que virão, Caled. 
Mal posso esperar por tudo o que me aguarda estando ao seu lado, pelas realizações e pelos novos sonhos.
Quando eu fecho os olhos antes de dormir, eu me vejo num vestido branco caminhando na sua direção.
De repente o resto some quando você se aproxima. 
Eu não preciso que você assuma esse seu lado pra todo mundo ver.
Se eu te chamar de fofo na frente de alguém pode dizer que não é, se quiser, que você é avesso a essas conversas sentimentaloides bestas... Mas pode olhar nos meus olhos e me dizer que quer ter filhos comigo quando estiver tudo deserto. O que me importa é que quando estamos só eu e você o mundo fica suspenso, os sonhos ficam tangíveis e eu me pego conversando sobre a data do nosso casamento, me percebo te ouvindo dizer que eu sou linda e inteligente e pra mim basta. Pra mim basta tudo o que você é comigo, não precisamos ficar nos expondo além do necessário, não preciso de demonstrações públicas de afeto porque eu percebo que não existe outra pessoa que me complete e eleve do modo como você faz. 
Meu anti-fofo é o homem que me faz viver os melhores dias da minha vida.

2 comentários:

  1. AI. AI. AI. AI. AI. AI. :~
    Que lindeza, eu quase chorei aqui, porque o Caled é tipo, mimimi-mor.
    Ficou lindo e olha que eu nem tenho tanta queda assim por textos gays. *-*

    ResponderExcluir
  2. "Talvez eu tenha sido egoísta, talvez eu tenha feito escolhas erradas, mas se elas me trouxeram até o seu caminho, então valeu a pena."



    Lindo e verdadeiro.



    "Confesso, estar sem você é me ver condenada ao pior tipo de solidão. Eu sempre me acostumei com ela e era muito fácil até você aparecer e me raptar do meu mundo pra entrar no seu."

    ResponderExcluir