domingo, 1 de setembro de 2013

We can't be friends

Eu quero começar uma discussão.
Eu quero gritar com toda a força que meus pulmões puderem me dar.
Quero conter o impulso de socar sua bochecha.
Quero dificultar as coisas.
Eu quero brigar.
Brigar feio.
Quero falar coisas que eu nem sabia que queria falar.
E falar outras que eu sabia que deveria esconder.
Quero pegar outra bebida e derramar na sua camisa. De novo.
Eu quero que você me odeie e depois vá atrás de mim quando eu sair descontrolada.
Eu quero cuspir no seu rosto e nas suas desculpas.
Eu quero fazer você se arrepender.
[Quero você]
Quero você louco de raiva.
Eu quero consertar tudo depois de quebrar, pedaço por pedaço, quase invisíveis.
Quase reais.


Eu não quero ser mais uma das suas garotinhas idiotas que gostou do que teve e chora sozinha no carro numa sexta à noite enquanto você sai sem olhar pra trás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário