domingo, 1 de setembro de 2013

Pra Minha Borboletinha

Deixa a dor passar
E esse sentimento, põe num casulo
Deixa ele lá seguro
Até que consigas sozinha
Preencher todo o espaço
Transformar isso em memória
E abandoná-lo no passado
Entrar pra história
E seguir em frente
Que a vida é presente
Que um dia você acordará
Teu corpo não doerá tanto assim
Tuas costas não cederão
Ao peso da angústia
Que hoje parece sem fim
Segue em frente
Vira borboleta
E aprende a rir mais
Das suas incertezas
E aprende a pousar
Nos lugares certos
E aprende a voar
Com boas pessoas por perto
E voe, voe, voe
Pra longe de tanta dor
E ria ao olhar pra trás
E nem lembrar-se mais do tempo
Em que não eras só amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário