quarta-feira, 21 de julho de 2010

What?

Um quê de tristeza presente nos olhos que costumavam queimar nos meus com um fulgor juvenil. Um resquício de amor presente nesse sorriso que sempre me irritava e nas palavras que sempre me confortavam, mesmo quando não eram as que eu queria ouvir. Você e seu maldito sotaque, você e seu terrível bom gosto pra músicas e filmes me privando de sua convivência. Seu problema sou eu. Eu sou a razão pela qual você não consegue dormir mais, pela qual você me cita em conversas com estranhos como se eu fosse um passado inalcançável. Talvez assim seja mais bonito.
Eu nunca briguei tanto com alguém como eu brigava com você.
Ninguém nunca me irritou como você me irrita
E bem lá no fundo...

É por isso que eu sinto sua falta.
Sempre foi fácil te odiar.

2 comentários:

  1. "É por isso que eu sinto sua falta.
    Sempre foi fácil te odiar."

    Me identifiquei. #tiltilfeelings

    ResponderExcluir
  2. "É por isso que eu sinto sua falta.
    Sempre foi fácil te odiar."

    Me identifiquei. #tiltilfeelings [2]

    ResponderExcluir