quinta-feira, 29 de julho de 2010

(me acompanha ou morre)

- Olha, meu bem, nem quero mais saber das suas não-respostas, do seu jeito cínico de quem não entendeu mas é culpado, nem me importo com as outras que você traz pra casa enquanto eu saio pra te tirar da minha cabeça. Mas, por favor, não me abuse, não traga suas coisas, não pendure seus quadros; se for pra me machucar, me machuque de longe que é pra eu não ver. Não esfrega na minha cara minha inaptidão pra te segurar aqui comigo. Chora, maldito.

te adoro,
t.

9 comentários:

  1. véi, para de escrever pro thiago, ele nem lê isso.


    tivequerir

    ResponderExcluir
  2. HSAUASHUASHUSAH RI LITROS.
    mas não acho válido a Tam achar que tá na Disney e colocar isso no meu HASUHASUASHUASHAS

    amay.
    t. -> isso deixou uma ambiguidade giant.

    ResponderExcluir
  3. Desculpa se meu nome começa com T.!
    E eu tava achando que tava na Cubalândia mesmo HSIAHSUAHSA

    ResponderExcluir
  4. PS: Não escrevo pra esse tipo de pessoa mais, então, desculpem, esse e todos os outros não foram destinados a ele.
    Amém.

    ResponderExcluir
  5. Tamara: polemizando desde 1992!
    IUASHUIASHIUASHASIUHSAIUHASIUHAS

    é porque não dava pra entender se era o destinatário ou o remetente no t. hihi

    ResponderExcluir
  6. OU podia ser 'te adoro, fulaninho'
    HAHAHAHA
    MAS NÃO ERA!

    ResponderExcluir