sábado, 3 de julho de 2010

Amor.

Todos dizem que o amor se tornou algo banalizado e eu não discordo, eu só desejo ressaltar certos pontos sobre isso.
Como a gente banaliza algo que a gente não sabe direito o que é?
Eu acho que o amor se tornou algo banalizado sim, mas eu acho que pra isso tem um motivo: as pessoas se tornaram um pouco mais amáveis com o passar do tempo, mais abertas ao mundo, mais abertas às pessoas, mais abertas ao amor.
Daí a gente dizer que ama as pessoas tão rápido.
Mas eu acho que isso vem muito do medo que as pessoas tem de perder outras que imediatamente quando a gente vê que não quer perder ela, a gente diz que a ama.
Só pra que ela não vá embora.

2 comentários:

  1. "as pessoas se tornaram um pouco mais amáveis com o passar do tempo, mais abertas ao mundo, mais abertas às pessoas, mais abertas ao amor."

    Interessante, não havia pensado dessa maneira.

    Quanto a dizer que ama a pessoa por não querer perdê-la, faz todo o sentido.
    Acredito até que muitos associam mais o amor a essa "ideia de perda" do que ao "conceito" de amor de fato. Entretanto, a simples ideia de "não querer perder a pessoa" pode justificar a assimilação, uma vez que, se não se quer perder, é porque há o "conceito" de amor embutido.
    Pessoalmente, prefiro o "conceito" de amor em si, aquele independente da presença física, do que a "ideia de perda".

    ResponderExcluir
  2. Pra mim, essas pessoas tinham o nome de "efusivas".
    Nunca achei que fossem amáveis.

    "Mas eu acho que isso vem muito do medo que as pessoas tem de perder outras que imediatamente quando a gente vê que não quer perder ela, a gente diz que a ama".

    Concordo.

    Pessoalmente, prefiro o "conceito" de amor em si, aquele independente da presença física, do que a "ideia de perda" [2].

    PS: Sobre a quote acima, eu ia dizer que todo mundo deve preferir isso. Mas acabo de perceber que, eu acho, que algumas pessoas gostam de se enganar também. (Partindo do meu pressuposto de que dizer que ama a pessoa com medo de perdê-la seja uma ação impulsiva)

    ResponderExcluir