sábado, 2 de maio de 2009

Saudades...

Gostava de pensar que éramos eternos.
De saber que você sempre estaria lá pra me ajudar, pra me dizer palavras bonitas e acolhedoras.
Esperava chegar aqui, nesse ponto, olhar pra nossa história e ter memórias de uma vida inteira.
Mas meus álbuns estão vazios e você parece que encontrou seu conforto com ela.
E ela... Ela era uma grande amiga.
Uma grande e traidora amiga, que ao te ter de volta, só te quis para si.
E no mesmo tempo tem memórias de duas vidas contigo e eu a ver navios...
E me envergonho de dizer que sinto inveja da atual relação que vocês tem.
Não era um terço da que eu tinha.
Porque entre vocês existe amor.
E entre nós havia um espaço vazio... E eu fui tola de acreditar que eu podia diminuí-lo pra chegar em você, mas eu nunca cheguei e sabe o que me entristece?
Você nunca tentou.
Porque, se eu parar pra pensar, você sempre teve o mundo aos seus pés e eu sempre tive você
Só você. Só você.
Então imagine minha solidão ao ver que você não é mais aquela pessoa divertida pra quem eu contava tudo e sim uma página arrancada do meu caderno. Imagine a minha solidão quando eu penso que para reviver nossas lembranças você sente uma dor excruciante.
De lembrar de como éramos e de como é diferente a relação sua e do mundo.
Porque sempre fomos o porto seguro um do outro e dividíamos nossas dores.
Nos falávamos todos os dias sem nos desgastar.
E você quer me convencer que pode existir algum vestígio de amor aí?
No fim das contas...
Você é um otimista que tem o mundo aos seus pés.
E eu tive você.
Só você. Só você.

3 comentários:

  1. Amor não é só uma questão de feridas e sacrifício, mas sim de achar alguém que torne tudo isso menor.
    É estar lado a lado todos os dias, com ou sem raiva, sem ou com vontade.
    Por isso que isso costumava ser amor e agora não é mais.
    A única coisa que mantêm a ligação são memórias, não futuro.

    ResponderExcluir
  2. Eu não entendi bem o texto.
    Tipo, eu entendi.
    Mas não entendi do que se trata realmente.
    Quem foi capaz de fazer isso?
    Hm.
    Amor não é só uma questão de feridas e sacrifício, mas sim de achar alguém que torne tudo isso menor [2]

    ily.

    ResponderExcluir
  3. Queria eu ser culpado de tamanha e tao bela história, assim como todos belo, meu maior sonho seria ser o personagem causador dessa história. De seu grande amigo, e eterno "pseudo-anônimo" um beijo

    ResponderExcluir