sábado, 11 de outubro de 2008

The fuckin' end of my cold feeling

Quem é vc, q eu nem reconheço mais?
Vc não é mais aquele garoto, e eu pareço nem mais me importar com o que vc se tornou. Quem vc é agora já não me faz mais diferença.
Meus faróis estão brilhando por uma velha estrada de terra. Fumo os meus cigarros, eu deveria parar, eu sei.
O rádio está tocando velhas músicas sertanejas, alguém está indo embora, alguém está traindo. Tanto e tanto.
Eu acho que posso gostar das noites calmas, dessa vida vazia.
Porque algum dia talvez alguém irá me amar como eu preciso e algum dia eu não precisarei provar porque alguém certamente verá todo o meu valor, mas até lá eu me viro bem sozinha com os meus cigarros e essa velha estrada de terra.
Veja, eu deixei outro homem bom esta noite.
Eu fico pensando se ele sente minha falta... Deus sabe que eu tentei.
Os amantes destinados não puderam sobreviver, eu imagino se você sentiu minha falta. Eu sei que eu tentei.
Mas eu acho que talvez o que eu fiz de errado foi aguentar todas essas besteiras por tempo demais.
Eu não vou dormir, eu não quero sonhar com as coisas que eu costumava ser. Eu não vou chorar, não quero viver uma mentira.
Três meses já se foram, três meses e eu continuo sóbria. Continuo respirando, e eu estou muito melhor.
Eu estou muito melhor sem vc, pq isso já não me faz falta. Pq eu não sinto mais nada por quem vc se tornou. Não adianta sofrer e não ganhar nada em troca por tudo q eu senti, pq eu sei que nada vai repor isso.
Cortei todas as minhas ervas daninhas para manter as flores.

2 comentários:

  1. "Os amantes destinados não puderam sobreviver, eu imagino se você sentiu minha falta. Eu sei que eu tentei.
    Mas eu acho que talvez o que eu fiz de errado foi aguentar todas essas besteiras por tempo demais."

    Lindo. *-*
    Bem definitivo [2]
    Tomara que tudo fique bem a partir de agora.
    =*

    ResponderExcluir