segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O contrário de uma adoração.

Se quando eu deito na cama, eu peço ao Todo Poderoso "mas livrai-me do mal, amém" e você vive me irritando, me tirando do sério, me trazendo conflitos que eu não me sinto agora preparada pra enfrentar...
Porque raios você continua no meu caminho como uma estranha obsessão ou sina, que eu não consigo evitar?
Vou ver se troco o "livrai-me do mal, amém", por "livrai-me dele, amém". 
Quem sabe assim eu te afaste da minha cabeça e do meu coração de uma vez por todas, como eu tenho sonhado nos últimos tempos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário