quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Trydubarerck

Você me vira do avesso, diz que eu não te mereço e me pede pra voltar.
Você me olha nos olhos, incendeia minha alma e pede pra eu não me apaixonar.
Queria saber como é possível eu manter esses sentimentos por você durante tanto tempo, queria saber um elixir pra te botar de lado e finalmente construir uma vida no singular e não no plural.
Eu sinto seus olhos em mim, toda vez que a gente está no mesmo lugar e isso me mata, porque eu não sei o que você vai fazer a seguir e esse seu jeito imprevisível me impressionava apenas quando eu era jovem e burra o suficiente pra pensar que eu era sua e você era meu. Quando eu achava que um amor assim só acontecia uma vez na vida...
Mas a quem eu estou querendo enganar?
Eu tive dezenas de homens que esquentaram minha cama, mas nunca verdadeiramente aqueceram meu coração, isso é se ele não ficou todo contigo depois daquele nosso primeiro beijo. Porque mesmo lá eu sabia que só tinha você e que ninguém mais ia fazer meu sangue borbulhar de raiva e júbilo ao mesmo tempo.
Quentes são as lembranças, meu coração, minha cama, os momentos em que você fala baixinho, só pra eu me aproximar de você, me beija repentinamente e me tira o chão e todo o resto do mundo. Arde pensar que você ainda tem o mesmo efeito do que antes, você sente o mesmo?
Eu estou derramando o que restou do meu coração surrado dentro do seu, ou dentro do meu... Não sei mais diferenciar o meu coração do seu. Isso não é completamente ridículo?
Você não precisa dizer algo à altura, ou recitar um longo poema de Shakespeare pra dizer que também sente o mesmo tipo de quentura que a minha, eu só peço que você diga para eu ficar aqui e viver a mesma vida que eu idealizei contigo há tantos anos atrás.
Can you take me in your arms and never let go, my love? Because that's all I'm asking.

2 comentários:

  1. "Eu estou derramando o que restou do meu coração surrado dentro do seu"

    Loved.

    ResponderExcluir
  2. Eu disse pra ti que eu amei seu texto Tchubaruba, né?
    HAUHSUSHUHUSHUDHUHDU



    *-------------* Orgulhinho.

    ResponderExcluir