sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Empacotado

Eu olhei pra sua foto jogada no meio de uma caixa e lembrei do seu rosto na minha mente, de como você sorria no dia que eu te vi pela última vez. Eu analisei a foto e o sorriso dela era forçado, mas eu via contentamento em seus olhos, mesmo que isso não seja muito pra agora.
Eu vi outras fotos, sua câmera e suas cartas... Contei os números de itens pares ou ímpares e lembrei que seu aniversário é daqui a pouco, quero te dar um presente, sabe? Mas não sei se você ainda quer me ver ou está comigo de alguma forma.
Então eu vou esconder essa caixa de lembranças, que é pra não doer meu coração mais do que ele geralmente dói, vou colocar ela num canto escuro da minha cabeça, até que eu não sofra ao lembrar de como você me abraçava ou me fazia sentir especial.
Enquanto isso nossa relação vai ficando assim...
Empacotada.

2 comentários:

  1. credo, empacotado tem duplo sentido. :S

    ResponderExcluir
  2. Sim, sofri.
    Maravilhoso, ermã. Tirou do meu pâncreas.

    ResponderExcluir