domingo, 27 de fevereiro de 2011

Milk Shake

                       
Ele olhou pra ela ressentido depois de tudo que fora dito ali, diante de todo o sentimento que ele carregara durante anos por ela. Depois de se humilhar e de mostrar que sacrificaria tudo pra ter alguém como ela. Não era o bastante. Estavam ali, como em um ciclo irritante do qual não conseguiam se ver livres. Sentados na praça de alimentação de um shopping, ela com seu milk shake de morango, ele com um ovomaltine do Bob's na frente. Quem por ali passava nem imaginava uma história sendo escrita, alterada, o fim e o começo de uma nova era.
 - Ás vezes não importa o quanto uma pessoa se esforce, é isso que eu estou tentando te explicar mas você não me deixa terminar...
- É porque eu fico puto com isso, não te entendo, sinceramente eu não te entendo. Você disse que gostava de mim de verdade, que ia ficar comigo dessa vez, eu pensei que isso fosse durar, sabe? Não esperava que logo no início você já saísse dessa. Logo você, cara, que sempre pareceu tão focada, tão centrada e meiga.
- As aparências enganam, sou clichê.
- Eu tô falando sério. Não queria chegar nesse ponto, não queria destruir nossa história quando eu acho que existe muito mais pra ser contado. Eu te amo e você me ama, eu sei disso, não importa quais outras coisas circundam sua mente de garota que eu nunca vou entender, isso deveria ser o suficiente.
- É isso que eu tô te dizendo desde o começo, eu te amo, mas em algum ponto eu me destruí, eu parei ou passei a tolerar certas coisas e eu fui mudando, pra melhor ou pior, eu não sei. Eu te amo, mas seria tolice continuar com isso.
- Por quê?
- Porquê? Simples. Se você me entregar seu coração e eu continuar sem saber como te entregar o meu sem tentar fazer com que você se torne qualquer outra coisa que eu desejo, eu vou acabar destruindo ele.
- E? - disse ele num misto de "estou revoltado e tão disposto a me sacrificar e mudar por você"
- E aí que se você não começar a me odiar por isso, eu tenho certeza que eu vou. Eu não tenho o direito de querer que você mude.
E o silêncio tomou conta da mesa.
E o milk shake pareceu levemente amargo pros dois.

Um comentário:

  1. WOOOOOOOOOOW!
    Eu amei grandão, grandão mesmo, achei maravilhoso e perfeito e uau.
    Sério.
    Amei.
    (L)

    ResponderExcluir