quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

A Visão da Raposa



Hoje sonhei
Sonhei com um pequeno príncipe
De sonhos tortos
De letras frágeis
Mas era a rosa
A rosa que ele queria
Não eu
Não eu que ele queria
Mas cativou
Hoje sonhei
Sonhei com um pequeno príncipe
E seu rosto bobo
De sorrisos incansáveis que só ele tem
E seu corpo todo
Jardim do Éden
E ele olhava a rosa, ai.
E ele nem me olhava.
Hoje sonhei
Sonhei com um pequeno príncipe
A rosa tinha espinhos
E ele não via
E se cortou, meu príncipe
Desde o príncipio eu sabia
A rosa murchou
O príncipe tombou
E o que sobrou pra mim?
E o que sobrou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário