quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

The Winner Takes It All

Já fazem quase dois anos e ainda machuca. Toda vez que penso em ti e em tudo que eu não fiz.
Dessa vez não vou por a culpa em mim, só vou me redimir pelos erros que eu cometi.
Pela primeira vez me desculpe, por não estar lá quando você pediu e deixar tudo acabar. Nunca é tarde pra desculpar. Mas termino minhas desculpas aqui e espero que algum dia você entenda que foi você o único para mim. Não há mais nada que eu queira dizer, agora é com você. Não queria lembrar com dor, remorso ou rancor, mas a noite de ontem foi insuportável, suas lembranças invadiram meu ser. De vez em quando isso ainda acontece dentro de mim e toda vez torno a perceber que era pra ser assim.

_________________________________________________

The Winner Takes It All

Eu não quero falar das coisas que passamos, apesar de me machucar, isso agora é passado.
Joguei todas as minhas cartas, e foi o que você fez também. Não há mais nada o que dizer, nenhum ás a mais a jogar.
O vencedor leva tudo, o perdedor fica pequeno, ao lado da vitória, esse é seu destino.
Estive nos seus braços, pensando que o meu lugar era ali, achava que fazia sentido construir uma cerca pra mim, construir um lar pra mim, pensando que seria forte ali. Mas fui uma tola, jogando conforme às regras.
Os deuses é que jogam os dados, eles são frios como gele e alguém bem aqui embaixo perde alguém querido.
O vencedor leva tudo, o perdedor tem que cair, é simples e claro, por que eu deveria lamentar? Me diga ela beija do jeito que eu costumava beijar você? A sensação é a mesma quando ela chama por você?
Em algum lugar bem lá no fundo, você deve saber que eu sinto a sua falta. Mas o que eu posso dizer? Regras têm de ser obedecidas. Os juízes decidirão, pessoas como eu aguardem, os espectadores do show sempre ficam quietos.
O jogo começa de novo, um amigo ou amante, importante ou passageiro. O vencedor leva tudo.
Eu não quero falar, porque isso me deixa triste, e eu compreendo... Você veio pra apertar a minha mão. Peço desculpas, se isso faz sentir-se mal,
me ver assim tão tensa, sem auto-confiança. Mas, sabe, o vencedor leva tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário