quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Da Arte De Perder Alguém

Vivemos dizendo que é muito fácil perder uma pessoa. Basta cometer um errinho, que seja fatal e acabe com todo o castelo de cartas construído, e geralmente é sempre dito do ponto de vista de quem é sacaneado, porque convenhamos, os injustiçados tem uma maior inspiração pra contar quão magoadinhos eles se sentem com as traições... Mas convenções sociais de lado, vamos falar sobre a arte de perder alguém.
Perder alguém, como todas as outras coisas na vida, é uma arte: é bonita ou feia... Depende dos olhos de quem perde e de quem é perdido. 
Ainda não estou certa se perdi ou ganhei estando sem você, só sei que eu estou sentindo uma falta danada de você e eu vou me agarrar à esse fio de esperança até que ele se rompa, porque por enquanto te perder parece ser perder uma parte muito valiosa de mim e mesmo que digam que eu estou melhor sem você, eu me sinto vazia sem ter a certeza de que você ainda me ama do jeito que eu te amo.
O que eu fiz... Seja lá o que for, não pode ser tão grave assim, pode? Será que eu cometi um erro colossal e nem mesmo me dei conta de que o estava fazendo? De qualquer forma, eu estou aqui, esperando me redimir de todas as formas que eu ver que são possíveis. 
Eu não quero perder você, não agora, não.
Eu quero começar meu ano sabendo que eu ainda estou inteira... Ainda tô contigo.

Um comentário:

  1. Valor de verdade é uma coisa que não precisa perder pra dar, só de cogitar perder e sentir seu coração se partir já dá pra saber, sem perdê-la o tanto que ela vale.
    Amei *-*

    ResponderExcluir