sábado, 8 de janeiro de 2011

Sad Dear B.

Ver reprises na TV não vão te ajudar, querida, se você quer, você luta.
Você se torna mais triste com o passar dos minutos e ao invés de levantar e fazer algo produtivo pra você, prefere viver de lembranças de como um dia as coisas foram fantásticas, se supera, supera tudo, porque no meio de bilhares de pessoas você pensa que seu mundo se resume a poucas, sendo que metade delas são completamente descartáveis na sua vida.
E você vai dizer, com os seus, agora costumeiros, olhos tristes que falar é muito fácil, que tudo é um processo pra chegar no topo, que a subida do "fundo do poço" não é algo que se faz da noite pro dia. Mas eu vou te olhar nos olhos e dizer gentilmente: parar para ver que as marionetes da sua vida na verdade são controladas por alguém que te ama de verdade ou que a mocinha indefesa vai terminar com o partidão só vai te fazer crer que contos de fadas caem no seu colo. Sofrer é um estado normal depois de certos eventos, mas sofrer pra sempre?! Isso é escolha. Então, querida, estou te pedindo pra escolher parar de sofrer e seguir em frente, porque se você não quer merda acontecendo na sua vida, pare de aceitar merda e exija algo melhor.

Te amo...
B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário