quinta-feira, 3 de novembro de 2011

SickSickSick

Eu quero me ver longe de você. Eu quero me desvencilhar de todas essas correntes que me prendem à você, que te permitem me torturar a cada dia mais, me marcar mais; eu quero tirar você da minha cabeça, eu quero uma reabilitação de você, me desintoxicar de vez sem temer o que vai acontecer se eu sair na rua e você não estiver por perto só pra me ver passar e nada mais.
Eu quero deixar de ficar doente...
Eu quero não querer seu corpo colado no meu.
Eu quero não querer sua alma fundida à minha.
Eu quero não querer te matar toda vez que eu percebo que eu te amo.
Porque isso me intoxica, isso me mata aos poucos e eu quero que você queira se desintoxicar de mim, eu quero que você queira ficar bem para que eu tenha paz de espírito na hora de te deixar, para que eu saiba que você vai se virar tão bem como eu, seja num manicômio ou na vida real, eu quero que você queira quebrar essas correntes e me deixar em paz.
Mas eu sou doente por você e isso não cessa.
É como uma febre que não passa, um vírus que muda toda vez que eu descubro uma cura...
Você não quer sair de mim com a mesma intensidade que eu não quero que você vá embora,

2 comentários:

  1. É difícil deixar pra trás quando existe ma parte toda sua em outro alguém. Lindo. *-*

    ResponderExcluir
  2. "É como uma febre que não passa, um vírus que muda toda vez que eu descubro uma cura...
    Você não quer sair de mim com a mesma intensidade que eu não quero que você vá embora,"

    Cacete.

    ResponderExcluir