quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Grr Heart

Vamos lá, amor, me veja aqui no canto da rua te mandando todos os sinais pra você se aproximar, vamos lá, amor, eu sei que nós temos o mesmo coração cinza da poluição que outros causaram e eu sei que hoje a gente nem liga pra isso.
Vamos lá, amor, hoje é dia de reprimir nossas mágoas para aquele canto obscuro do nosso poluído coração e de abraçar a oportunidade de deixá-lo pelo menos um pouco menos cinza (mesmo que seja temporariamente). Vamos, amor, que hoje a noite pode ser nossa se a gente deixar, ela é curtinha, então vamos aproveitar.
Eu largo meu cigarro e você larga teu álcool, por um segundo a gente deixa de ser tão autodestrutivo sozinho e passa a fazer isso juntos, você quer? Quer fingir que entre nós não haverá nada além de mais opacidade, então vamos logo que eu estou de braços abertos a te esperar, como "fogo e pólvora que num beijo se consomem"; como bombas-relógio prontas pra explodir, eu mal posso esperar pra gente se misturar ao ar e renascer no dia seguinte, vem?
Vamos lá, amor, vai ser lindo, assim como a noite que nos envolve nessa linda noite de dezembro.

2 comentários:

  1. Se autodestruir com alguém e se misturar ao ar e renascer no dia seguinte deve ser bem legal mesmo shausaushuahsuas
    Dá pra dar uma limpada no cinza do coração, ou pelo menos uma disfarçada.

    ResponderExcluir