quarta-feira, 25 de junho de 2008

Tá Bom

"Senta aqui, espera que eu não terminei. Pra onde é que você foi, que eu não te vejo mais. Não há ninguém capaz de ser aquilo que você quer, vem ser a luta vã[...] Me diz se assim está em paz. Achando que sofrer é amar demais."

Sabe que por mais que eu tente eu não me conformo com sua atitude. Me tira da sua vida como se eu fosse apenas mais um de seus brinquedos antigos que você usa apenas quando quer, porque por mais que seja exaustivo ter que te amar, te odiar às vezes parece tão fácil. Porque se você gosta de mim como diz que gosta, vira homem e assume, porque você parece que tem cinco anos e não dá valor no que tem, eu estou aqui, me entreguei inteiramente à você e te fiz promessas que eu nunca sonhei em fazer, mas ainda assim, você me afasta, numa tentativa inútil de me fazer mais interessada em você. Ou você acha que eu não entendi? Sua mente funciona de um jeito previsível e eu conheço suas imperfeições e suas falhas e ainda assim, estou aqui, te implorando, ou tentando, porque meu orgulho não me permite ir além disso.
Só me diga que me ama.
Ou saia da minha vida de uma vez por todas.

4 comentários:

  1. Uiii, esculachou hein, Bib-hibs! o.o
    Gosteeei! 8D
    Tem que controlar a situação mesmo! o.ó
    ;DD

    ResponderExcluir
  2. Linda *-*
    He don't deserves half of the woman you r.

    ResponderExcluir
  3. Biih, q situation hein!
    *aquela q tbm se identifica cm o texto*
    ain T-T

    'situations are irrelevent now!'

    mas tem q por moral nesse bordel!
    HUSHUSHUAHUSHUAS

    *:

    ResponderExcluir