domingo, 30 de setembro de 2012

Wishing

Todo segundo eu desejo que você esteja aqui do meu lado, que eu possa escutar sua voz contando aquela mesma anedota pros nossos amigos e te ouvir gargalhar, quase sozinho, já que todo mundo se cansou da mesma história dez vezes pra cada.
Sinto saudade de como o seu perfume ficou impregnado pela parede do quarto, nas roupas, acho que até na maçaneta da porta. Eu rearranjei a casa inteira pra não ficar com a constante lembrança de você encostado na prateleira me vendo assistir TV, pra eu não pensar em como você gostava de como eu dobrava o jornal quase num origami em cima da mesa pra fazer as palavras cruzadas; reorganizei tudo pra me livrar de você.
E veio João. Marcos. Ângelo. Raphael. Victor. Gustavo.
Nenhum deles me fez esquecer, eles vinham com o perfume mais cheiroso do mundo, mas quando eu chegava em casa sozinha, era o seu cheiro que eu sentia, era o seu rosto que eu via quando eu fechava o olho... Era com você que eu sonhava.
Descobri que tudo fica mais difícil depois que a gente sente o gosto do amor, mesmo que seja só encostar os lábios nele, meio temerosa pelo gosto que vai ter toda aquela explosão que existe dentro da gente.
É difícil pensar em você, sonhar com você, amar você do jeito que eu faço.
Mas eu vou parar.
Depois desse segundo vou desejar que apareça alguém melhor, alguém que me faça provar do amor do jeito que eu mereço, dar uma mordida, sentir o gosto agridoce e ver que é aquilo que eu quero pra minha vida.
Eu não posso ficar pra sempre bancando a idiota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário