terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Uh-oh.

R.,
Eu queria muito dizer que acho lamentável que depois de tanto tempo ainda haja espaço na sua vida pra tanta picuinha infantil e desnecessária.
Quando é que você finalmente vai encarar a realidade dura de que eu não poderia me importar menos com alguém, sério?
Não quero soar cruel, digo isso sem maldade ou quaisquer outros sentimentos negativos.
É só que eu estou em um momento da minha vida no qual se eu parar pra me aborrecer diante de cada tolice, eu sei que não vou conseguir ser feliz.

E eu não ligo pra você mais,
Felizmente.

M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário