segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Desditoso

A tua ausência preencheu a sala
E o silêncio ensurdecedor dos nossos dias
Ecoou sereno, pelos cantos,
Só pra aquietar minhas agonias.

Teu ritmo quedou sossegado
Enquanto meu coração batia em repiques
E a minha sede paliativamente saciavas
Como quem só tem sumo de xiquexiques.

E a noite firmou-se clara
E o dia escureceu
Você costumava ser toda pra mim.
Eu costumava ser todinho seu.

Por essa eu esperava
Imagine o quanto eu fiquei assustado
Ao ver que o que eu achava que era amor
Ai, o que eu ingenuamente achava que era amor
Era só um sentimento malfadado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário