quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Riding in Cars With Airplanes

E a Lua era só o que eu queria.
Mas ela é tão intocável, tão magnífica.
Muda de fases e só se torna mais perfeita.
E isso só me faz querê-la mais.

Então estou andando de carro na estrada com o vento nos cabelos olhando a Lua. Ela me segue. Ou eu a sigo?
Ela se movimenta conforme a minha velocidade e eu a conheço como ninguém.

Então eu estou andando de carro na estrada, com o vento nos cabelos, e vejo um avião.
Lindo. Alto. Sobrevoando o lugar que eu mais queria estar.
E ele vem voando, cada vez mais imponente em direção à Lua.
Minha Lua.
E todos os ruídos e as pessoas cantando ao fundo desaparecem e sou só eu, andando num carro com aviões.
Querendo ser um avião.
Querendo me elevar até ter o que eu almejo.

Será que eu vou sobreviver pra ver ela chegar até mim?
Será que eu vou ver ela do meu lado?
Será que ela me quer também?
Aí me bate: Sabe do que eu tenho mais medo?
De alcançar o que eu quero.

Mas a Lua era tudo o que eu queria.
Apenas uma Lua.

3 comentários:

  1. Feito enquanto eu estava num carro esperando aviões.
    OIHASIUSAHIUASHASIH

    ResponderExcluir
  2. MENINA

    Às vezes tenho a impressão que você consegue descrever o que penso!
    O texto ficou lindão lindão, adorei adorei! *___*


    *-*

    ResponderExcluir
  3. Gabi e seus textos perfeitos, enfim
    nao espera alguem dar-te a lua, corra atras, voe se preciso por muitas vezes ela estara mais perto que pode pensar por diversas outras mais longe que um dia possa chegar. mais tais regras quem dita é voce, não basta saber criar as regras deve-se tambem saber segui-las, obedece-las.

    ResponderExcluir