segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

My Own Personal Ed

Você insiste em aparecer e desaparecer quando lhe é cômodo. Minha sombra que faz questão de ser meu fantasma. Aquele assunto que todos fazem questão de não comentar porque sabe que desperta sentimentos que a gente nem julga ser possível.

E cá estou eu, novamente assistindo enquanto você vai embora. E quanto mais você vai embora, menos impacto tem. E quantas vezes eu já vi você fugir, não é mesmo? Eu nem tento mais te impedir... Você volta uma hora. Sempre volta quando quer.

Minha danificada criatura, estou aqui de braços abertos a te esperar, porque eu sei que uma hora dessas você volta e tudo recomeça de novo.

Queria só que você percebesse.

Que é preciso muito muito muito muito muito amor...

Pra te odiar como eu odeio quando você vai.

Um comentário:

  1. "Minha sombra que faz questão de ser meu fantasma."




    "Queria só que você percebesse.

    Que é preciso muito muito muito muito muito amor...

    Pra te odiar como eu odeio quando você vai."



    Adorei essas partes.

    ResponderExcluir